Mais de mil merendeiras da rede estadual de ensino passam por capacitação

O ciclo de encontros começou nesse sábado (14) e reúne profissionais em nove municípios

Uma alimentação equilibrada é um dos pilares para uma vida saudável e, no intuito de garantir merendas nutritivas, preparadas a partir de manipulações seguras, os profissionais atuantes nas cozinhas das escolas estaduais do Rio Grande do Norte, terceirizados por meio de contrato com a JMT Service, participaram de mais uma reciclagem. O curso, intitulado “Boas Práticas para Merendeiras”, aconteceu neste sábado (14) e abriu o cronograma de encontros que acontecerão em nove municípios, contemplando todas as regiões do Estado. Até final de julho, 1.098 merendeiras serão atualizadas com o curso que prevê a abordagem de temas, como ética profissional, nutrição na alimentação escolar, atribuições da função, contaminantes alimentares, manipulação segura de alimentos e boas práticas na rotina de trabalho.

Há aproximadamente cinco anos, a JMT Service, com o objetivo de atualizar conhecimentos e manter o padrão de qualidade dentre os profissionais, realiza a reciclagem anual. “Os temas são ministrados por nutricionistas especializados em cada área e estão em plena conformidade com a legislação sanitária. Dessa forma, garantimos uma alimentação saudável, nutritiva e segura para os estudantes potiguares”, explica Jerlani Lucena Alves, coordenadora operacional da JMT.

Para Lucineide Paula, 29 anos, merendeira da escola Escola Estadual Alceu Amoroso Lima, localizada no bairro Lagoa Azul, na zona norte de Natal, a atualização anual é de extrema importância. “Há quatro anos trabalho no setor e, a cada capacitação e reciclagem que passo, noto uma evolução profissional no serviço que ofereço para as crianças. Além disso, todo conhecimento adquirido nos cursos, eu levo para toda a minha vida e isso me acrescenta muito”, ressalta.

“Anualmente, o profissional que manipula alimentos precisa passar por uma capacitação, é uma exigência da Anvisa, na resolução 26/2013 que rege o programa nacional de alimentação escolar”, frisa a nutricionista Rhayanna Macedo. “No conteúdo programático da reciclagem, abordamos os principais temas: doenças transmitidas por alimentos, contaminantes, boas práticas de manipulação e manipulação segura”, explica.

Cronograma

O ciclo de capacitação, que começou neste sábado, incluiu as merendeiras da capital potiguar e de Parnamirim e aconteceu na Escola Estadual Floriano Cavalcante. No dia 21, o curso ocorrerá simultaneamente no Cenep Jessé Pinto Freire, em Natal; na Escola Estadual Rosa Pignataro, em Nova Cruz; na 7ª Diretoria Regional de Educação e Cultura (Direc), em Santa Cruz; e na Escola Estadual Tristão de Barros, em Currais Novos.

O cronograma termina no último sábado de julho, dia 28, com a realização da atualização de merendeiras na Escola Estadual Francisco Bitencourt, em João Câmara; no Centro Educacional Dr. José Augusto de Medeiros, em Caicó; na Escola Estadual Professor Abel Freire Coelho, em Mossoró; na 14ª Direc, em Umarizal; e na Escola Estadual José Fernandes de Melo, em Pau dos Ferros.

Para Shylana Medeiros, gerente administrativa da JMT, qualificar os profissionais periodicamente é necessário para a prestação de serviço com excelência. ”Prezamos por manter nosso corpo de colaboradores atualizados sempre, sejam aqueles que atuam dentro da administração pública ou os que trabalham no setor privado, pois acreditamos que esse é o caminho para condutas corretas e menores chances de falhas”, destaca. 

Fotos: Emily Frank.